Destaque
 
PRÉ CAJU NA LUTA
Comunicadores botam trio na avenida para reivindicar fechamento da campanha salarial 2012

21/1/2012

trio_comunicadoresEm cima de um trio elétrico e ao som de John Negão e banda, jornalistas e radialistas levaram para o sábado (19) de Pré-Caju as suas pautas para o fechamento da Convenção Coletiva de 2012. Numa atitude inédita nos movimentos reivindicatórios por melhores salários e condições de trabalho, os comunicadores sergipanos entraram na avenida na prévia carnavalesca para denunciar que um ano se passou e nada da convenção coletiva ser fechada.

“O mês de janeiro 2013 entrou no seu terço final e até agora os patrões da comunicação não se sensibilizaram e negam as três reivindicações da nossa pauta conjunta”, aponta a presidente do Sindicato dos Jornalistas, Caroline Santos.

“Os patrões não querem discutir as cláusulas sociais que estão em nossa pauta e se negam a avançar no reajuste das duas categorias em mais 1%. Estamos falando de R$9,60 para os radialistas e R$11,03 para os jornalistas”, disse o presidente do Sindicato dos Radialistas, Fernando Cabral.

Durante o percurso na avenida o trio dos comunicadores parou em frente aos camarotes pertencentes aos donos dos veículos de comunicação para dar o seu recado. Uma das vinhetas tocadas durante o trajeto do corredor da folia anunciava:

“2012 já se foi e até hoje os patrões da comunicação de Sergipe – Albano Franco, Walter Franco, Augusto Franco Neto, Ricardo Franco, João Alves, Amorim, Adierson Monteiro e outros – enrolam nas negociações salariais com os Jornalistas e Radialistas. Não aceitam avançar nas negociações e as categorias estão sem receber reajuste e sem Convenção Coletiva de Trabalho. Enquanto isso, os patrões fazem festa! Curtem o Pré-Caju enquanto os comunicadores ralam no dia a dia pra levar informação de qualidade aos quatro cantos do Estado e dar lucros aos patrões. Mas esse lucro não é dividido com os trabalhadores. Vai pro Whisky, pro camarão empanado e pras regalias patronais. Para os trabalhadores, nada!!!”, e prosseguia:

“Queremos valorização para os Jornalistas e Radialistas. 8% de aumento já e avanço nas cláusulas sociais em negociação! Pelo fechamento da campanha salarial 2012 com avanços estamos nas ruas! Mas não pra festejar... e sim para lutar. Sindicato dos Jornalistas e Radialistas, junto, lutando por valorização e respeito”.

Quando a pauta conjunta de reivindicações foi apresentada em fevereiro de 2012, jornalistas e radialistas reivindicavam: reajuste salarial de 20%, sendo 6% de reposição da inflação pelo Índice Nacional de Preços ao Consumidor (INPC) e 14% de ganho real, além de outras cláusulas sociais, como plano de saúde, ticket alimentação, entre outros.

Depois de várias audiências no Ministério do Trabalho as duas categorias já flexibilizaram a pauta o suficiente. Hoje os radialistas e jornalistas reivindicam 8% de reajuste nos respectivos pisos salariais que estão com valores de 2011 (R$960 e R$1.103, respectivamente), o estabelecimento de um piso de R$750 para os trabalhadores do setor administrativo das empresas de comunicação e para os jornalistas a publicização da escala de trabalho e folga com antecedência de 30 dias.

“A luta de todos os trabalhadores saem nos jornais, sites e televisões, mas a nossa permanece escondida. Então é em momentos como esse que dialogamos com a sociedade dos problemas pelos quais passam os comunicadores sergipanos”, apontou a presidente do Sindijor/SE.

O ato público dos comunicadores contou com o apoio da CUT/SE, da CTB/SE, do Sindifisco e da Fitert – Federação Interestadual dos Trabalhadores das Empresas de Rádio e Televisão. Durante todo o percurso os comunicadores também receberam a solidariedade de quem estava na avenida e nos camarotes.

 

 
SINDIJOR – Sindicato dos Jornalistas do Estado de Sergipe
Endereço: rua Itabaianinha, 261- sala 10- Centro – CEP. 49.010-190 - Aracaju/SE     Telefax (79) 3043-8007
E-mail:sindijor@infonet.com.br     CNPJ: 13163530/0001-00   Código Sindical: 009421010189